Volume 02 / n. 03 ago.-dez. 2010: Artigos

Curso de pedagogia: Formação do professor da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental

Da organização do curso aos conhecimentos práticos e teóricos da docência: o que expressam as disciplinas?

A escolha desse curso como um caso a ser investigado foi precedida de verificação junto às instituições de ensino superior que ofertam curso de Pedagogia sobre qual ou quais propostas de curso assumem a docência como estruturante do curso. Entre as instituições contatadas, essa instituição foi identificada com a proposta de maior intensidade nessa perspectiva; trata-se de um curso de Pedagogia de uma instituição de ensino superior privada de Curitiba-PR. O depoimento da atual coordenadora confirma a escolha, quando afirma que desde a proposta inicial, a composição dos conhecimentos e das disciplinas busca uma interação entre disciplinas, teoria e prática, conteúdo e método. Cada período do curso elege uma disciplina de pesquisa e prática profissional como articuladora das demais disciplinas. É um dos poucos cursos a elencar disciplina sobre a formação e o desenvolvimento profissional do professor como componente curricular.

O exame da composição curricular na proposta do curso foi realizado pela análise das ementas das disciplinas e complementado pela sistematização dos depoimentos dos professores.

Na fala da coordenadora (C. C.) depreende-se esta intencionalidade: : “(…) o curso já formava tanto para a gestão e para a docência e após as DCNs passou a atender a formação tanto para a educação infantil e disciplinas do magistério, nível médio.”

A partir dos objetivos definidos configura-se o perfil do licenciado, que, segundo a Proposta Pedagógica do curso (PPP, 2007, p. 5), estará apto a “atuar na docência do ensino fundamental, na gestão e pesquisa educacional em instituições escolares, empresas e organizações sociais; na valorização dos paradigmas da interdisciplinaridade, da aprendizagem colaborativa e dos processos democráticos”.
Da análise da proposta foi depreendida a categorização das disciplinas em: (i) disciplinas voltadas para a prática docente em que a teoria pedagógica é expressão da prática (MARTINS, 1998); (ii) disciplinas voltadas para os fundamentos da educação; (iii) disciplinas relacionadas à gestão da escola; (iv) disciplinas e conhecimentos específicos; (v) estágio.

No Quadro 1( em anexo) estão distribuídas as disciplinas conforme segue: o número de disciplinas destinadas à prática docente é dominante no curso, do total somam 18 direcionadas para a didática e as metodologias de ensino. As ementas focalizam os conteúdos escolares, especialmente dos anos iniciais do ensino fundamental, e uma disciplina de cada uma das modalidades de ensino, como educação de jovens e adultos. Embora a disciplina de literatura infantojuvenil esteja nomeada como conhecimento específico, a abordagem é da articulação conteúdo e método.

As disciplinas de fundamentos de educação são em menor número e com um semestre para cada uma das áreas: História da Educação, Psicologia da Educação, Sociologia e Antropologia.

No exame das ementas destacam-se na Didática abordagem para os “paradigmas da docência; estratégias pedagógicas; planejamento e organização do ensino”. Nas disciplinas de Teoria e Prática de Ensino (metodologias da Geografia, Matemática, etc.) são propostos os conhecimentos específicos dessas ciências, a organização das atividades, o planejamento, os processos avaliativos e as estratégias de ensino. Em Teoria e Prática de Ensino, referente à alfabetização, são trabalhados os conhecimentos sobre os fundamentos históricos dos métodos de alfabetização, a formação do professor alfabetizador, etc. Em Literatura Infantojuvenil aborda-se o ensino da literatura infantil, da aprendizagem da língua e ludicidade, os objetivos e as técnicas de abordagem. Nos conteúdos de Artes, apresentam-se o ensino da arte nas escolas, o arte-educador, a artes e os alunos com necessidades especiais.

Nas disciplinas de Teoria e Prática de Ensino de História, Geografia, Matemática, Ciências Naturais, Língua Portuguesa e Corporeidade, propõe-se o conhecimento do conteúdo específico dessas ciências para as séries iniciais do ensino fundamental, bem como a forma de ensino desses conteúdos.

Depreende-se dessa análise a prioridade dada ao ensino dos conteúdos e métodos para os anos iniciais. Neste sentido, referendam-se os estudos de Gatti (2009) de que os cursos não promovem o aprofundamento da formação na educação infantil.

No conjunto de disciplinas de Pesquisa e Prática Pedagógica, em relação às diferentes dimensões da prática docente e de organização do trabalho pedagógico, tais como sobre a escola, os conhecimentos sobre “as relações educativas no cotidiano escolar, mapeamento da realidade escolar”; docência da Educação Infantil, “especificidade do trabalho pedagógico na educação infantil, observação, participação e planejamento de ações a serem desenvolvidas com crianças de 0 a 5 anos”. Na disciplina de Pesquisa e Prática Pedagógica – Docência Ensino Fundamental, docência nesta modalidade de ensino: “desenvolvimento da prática pedagógica: análise, planejamento e atuação”, e na Docência Ensino Médio, propõe “aspectos teórico-metodológicos no planejamento de aulas das disciplinas pedagógicas, da docência no ensino médio, pesquisa e planejamento de docência, plano de aula e oficinas”.

  • Correspondência

    Geslani Cristina Grzyb Pinheiro


    Joana Paulin Romanowski


  • Download do artigo

    Curso de pedagogia: Formação do professor da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental Download

  • Cadastre-se

    Caso queira obter informações sobre a Revista “Formação Docente”, cadatre-se e receba atualizações periódicas sobre a produção acadêmica na área da formação de professores. Cadastre-se