Volume 09 / n. 16 jan. - jun. 2017: Artigos

O Observatório da educação (Obeduc) e sua contribuição para a formação docente na UFPI

foto de Antônia Dalva França Carvalho

Antônia Dalva França Carvalho

Doutora em Educação, Currículo e Ensino pela Universidade Federal do Ceará-UFC/FACED, estudou a racionalidade pedagógica da ação dos professores formadores, afiliando-se, portanto, ao campo da epistemologia da pratica profissional. Concluiu o Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), onde investigou o stress e o bournout em professores. Professora Adjunta da UFPI, integrante do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPI, exercendo, também, a função de Presidente da Comissão Organizadora de Concursos para Docentes. Avaliadora do INEP e Consultora ad hoc da Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (RBEP), dentre outras, e de agencias de fomento. Assumiu a função de Coordenadora de Currículo da UFPI durante um quadriênio, organizou eventos científicos, publicou livros, artigos em periódicos especializados e trabalhos em anais de eventos científicos. Coordenou o desenvolvimento de projetos tecnológicos implementando na UFPI programas de ensino como: o PROCAMPO, o PARFOR, a Escola Ativa, o Prodocência e o Ensino na Saúde. Também instituiu o Pibid, o LIFE e o OBEDUC, os quais coordena. Fundou o NIPEPP (Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Educação e Epistemologia da Prática Profissional), do qual é líder e desenvolve pesquisas científicas em educação e em formação profissional de todas as áreas epistemológicas.

Resumo

Este artigo apresenta as contribuições do Programa Observatório da Educação (OBEDUC/CAPES) realizado pelo NIPEEPP/PPGEd, da Universidade Federal do Piauí para a formação docente. O desenvolvimento do projeto “A escola de tempo integral na perspectiva da educação integral: um estudo sobre a epistemologia escolar constituída pela gestão e organização do trabalho pedagógico”, no âmbito do OBEDUC, fomentou a produção acadêmica sobre o tema, articulando a Pós-graduação, as licenciaturas e as escolas de educação básica envolvidas. Seus resultados incidem diretamente na formação de seus sujeitos, uma vez que a mesma é orientada pela pesquisa, pela prática, pela reflexão; portanto, mais sólida, crítica e reflexiva, fundada no compromisso, na autonomia e emancipação do sujeito. Nossa experiência e resultados mostram os impactos relevantes do OBEDUC para a educação e, principalmente, para a formação de professores. Por esta razão seria interessante que fosse mantido e ampliado CAPES, seja em forma de projetos individuais ou em rede.


Palavras-chave

Escola de tempo integral // Formação Docente // OBEDUC

INTRODUÇÃO

O Programa Observatório da Educação, financiado pela CAPES, foi aprovado pela Portaria CAPES nº 152, de 30 de outubro de 2012, o Decreto nº 5.803, de 8 de junho de 2006 e a Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 1999 com a intenção de apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa em ensino e educação que utilizem as bases de dados do INEP. Teve como finalidade o fomento da produção acadêmica e a formação de recursos humanos em educação, em nível de pós-graduação, mestrado e doutorado, e incentivar a articulação entre pós-graduação, licenciaturas e escolas da rede pública de educação básica. No ano de 2012 , o Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Educação e Epistemologia da Prática Profissional (NIPEEPP), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd) da Universidade Federal do Piauí, através Edital CAPES Nº 49/2012 pleiteou a aprovação do Projeto de pesquisa “A escola de tempo integral na perspectiva da educação integral: um estudo sobre a epistemologia escolar constituída pela gestão e organização do trabalho pedagógico”, no âmbito do Programa Observatório da educação. O projeto foi desenvolvido entre os anos de 2013 e 2015, originando inúmeros resultados e contribuições para aqueles que participaram do OBEDUC.

A pesquisa teve como objetivo apresentar as contribuições do Observatório da Educação (OBEDUC) para a formação docente na UFPI. Para isso, buscamos caracterizar as atividades desenvolvidas pelo OBEDUC/UFPI; compreender como se configura a gestão e organização do trabalho pedagógico nas escolas de tempo integral, da rede estadual de ensino, em Teresina. Caracterizou-se como um estudo sobre a epistemologia da vida escolar construída pela prática educativa cotidiana, inserindo-se, portanto, no campo das práticas educativas, uma das categorias fundamentais da atividade humana, concebida à base de racionalidades que dominam a nossa cultura (HABERMAS, 2002).

Também se insere no âmbito teórico recente, denominado de epistemologia da prática cuja finalidade é conhecer a natureza dos saberes profissionais, sua integração nas atividades do trabalho e o papel que desempenham neste processo (SCHÖN, 2000). O enfoque foi narrativo-interpretativo e estuda a voz dos atores escolares que são desprendidas por pensamentos e razões que não são restritas à subjetividade apenas, uma vez que eles são socialmente construídos (TARDIF, 2002).

Buscamos através da inserção no ambiente escolar, compreender a escola de tempo integral, bem como, seus sujeitos, seus espaços, seus saberes, seu tempo e seu modus operandi. Interessou-nos, portanto, entender este modelo de escola e sua epistemologia, ou seja, sua construção, gerada na interação de seus sujeitos, com sua natureza e seus problemas.

O estudo teve abordagem qualitativa de caráter etnometodológico (COULON, 1995), por ser característico de uma racionalidade oriunda das descrições reflexivas produzidas pelos membros da comunidade escolar. Os sujeitos foram os professores, diretores e coordenadores de duas escolas públicas de tempo integral da rede estadual de ensino, localizadas na zona leste da cidade de Teresina-PI. Sendo elas, o C.E.T.I. Professor Darcy Araújo e o C.E.T.I. Governador Freitas Neto.

As técnicas utilizados foram o questionário e a entrevista semiestruturados, a observação participante e o grupo focal. Observou-se que a realização deste estudo fomentou a produção acadêmica sobre o tema, articulando a interação entre a pós-graduação, as licenciaturas e as escolas da rede pública de educação básica.

Os resultados contribuíram para revitalizar e aprofundar as discussões acerca da formação para a integralidade humana, considerando o modelo de escola de tempo integral e poderão ser utilizados para a reflexão sobre a epistemologia da prática escolar no contexto da formação para a cidadania, colaborando com a ampliação do próprio campo de conhecimento em constituição.

CAMINHO METODOLÓGICO

Como a gestão e organização do trabalho pedagógico, explicitadas pelos sujeitos da escola sedimenta-se nas situações reais de sua prática, relacionado ao tipo de aluno que tem às condições e aos recursos institucionais, bem como as concepções que geram do trabalho educativo no modelo de escola de tempo integral (ANDRÉ, 1995), nos propormos a realizar uma pesquisa de abordagem qualitativa e caráter etnometodológico (COULON, 1995). Oferece condições de percebermos os significados expressos, seja pela verbalização dos sujeitos e/ou pelas suas ações possibilitando a análise do processo em que são evidenciados os saberes profissionais dos docentes, in loco.

As atividades do projeto foram iniciadas com a seleção dos bolsistas. A seleção ocorreu através de um edital específico, em que foram explicitados os princípios teórico-metodológicos do OBEDUC/UFPI e as condições do programa. Os bolsistas de mestrado foram aqueles que já haviam sido selecionados para o programa. Os professores colaboradores foram convidados considerando a mesma linha de pesquisa e o interesse pela temática.

Os bolsistas do OBEDUC assumiram como compromisso e atribuições: executar o plano de atividades elaborado no âmbito do projeto de pesquisa; apresentar formalmente os resultados parciais e finais de seu trabalho de pesquisa divulgando-os na instituição onde estuda, em eventos científico-acadêmicos; participar de atividades acadêmico-científico-culturais promovidas pelo OBEDUC; dedicar-se, no período de vigência da bolsa, 12 (doze) horas semanais, às atividades do OBEDUC sem prejuízo de suas atividades discentes regulares; manter atitudes de solidariedade, respeito e ética a toda a comunidade acadêmica e escolar e a equipe do grupo. Todos eles assinaram Termo de Compromisso obrigando-se a cumprir as metas pactuadas pela IES no projeto e a devolver à CAPES eventuais benefícios recebidos indevidamente.

Pensar em construir a interpretação de um fenômeno, sobremodo quando este se refere a questões concernentes na escola à gestão e organização do trabalho pedagógico na escola de tempo integral, como idealizamos, implica preocupar-se com a matriz paradigmática em que ele vai ser compreendido. Em vista disso, e pela impulsão da força determinante da racionalidade dialógico-comunicativa na apreensão das práticas sociais, usamos suas lentes sob o olhar da Teoria Crítica, para compreender a própria epistemologia da vida escolar, pelas vias de seus sujeitos.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 1 de 4
  • próxima lauda
  • última lauda
  • Correspondência

    Antônia Dalva França Carvalho


  • Download do artigo

    O Observatório da educação (Obeduc) e sua contribuição para a formação docente na UFPI Download

  • Cadastre-se

    Caso queira obter informações sobre a Revista “Formação Docente”, cadatre-se e receba atualizações periódicas sobre a produção acadêmica na área da formação de professores. Cadastre-se

  • Latindex
  • sumarios.org
  • BBE
  • CAPES

    Portal de Periódicos/Qualis

  • Diadorim

    Deadorim

  • Edubase

    Edubase